"Pesquisa nas Ciências Sociais" é tema do VII Simpósio de Iniciação Científica

Publicado em: 30-11-2017

 
A Faculdade de Direito da Universidade de Rio Verde – UniRV, em parceria com o Núcleo de Atividades Complementares e Extensão (NACE), realizou nesta terça-feira, 28, e quarta-feira, 29, no Bloco VI, o VII Simpósio de Iniciação Científica da Faculdade de Direito (SICFAD), sob coordenação da professora Dra. Estefânia Naiara da Silva Lino.
 
A professora Dra. Estefânia Naiara da Silva Lino declarou abertos os trabalhos e enfatizou a importância do contato direto do acadêmico com a atividade científica, por meio da introdução sistemática à atividade de pesquisa. “A presença do discente nessa área faz com que ele desfrute de um ambiente de trabalho em equipe, aprenda a adquirir senso crítico responsável e, sobretudo, inicia-se a prática de uma postura profissional acompanhada de responsabilidade para com a ciência e a sociedade”, disse.
 
A palestra magna com o tema “Pesquisa nas ciências sociais”, foi proferida pelo professor Me. Bruno de Oliveira Ribeiro. Ele possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS (2010), Mestrado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Londrina - UEL (2013) e é Doutorando em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" (UNESP/Marília). Atualmente, é professor concursado na UniRV.
 
Em seguida, 12 trabalhos de acadêmicos do 2º ao 8º período, com assuntos envolvendo a área jurídica, entre eles: bullying escolar, reforma previdenciária, reforma trabalhista, aborto, interpretação constitucional e cooperativismo, foram apresentados. Segundo a diretora da Faculdade, professora Dra. Telma Divina Nogueira Rodrigues, ao realizar uma iniciação científica, o discente complementa sua formação acadêmica quando alia a prática aos conhecimentos adquiridos nas atividades letivas. “O aluno conta com uma experiência a mais em sua carreira, servindo como um diferencial de aplicação do método científico, que futuramente pode conferir ao jovem uma oportunidade no mercado de trabalho”, finalizou.